• home
  • sobre
  • contato
  • favoritos
  • 101 em 1001
  • 26 de maio de 2016

    Texto: Autoaceitação e Autoestima


    Eu sempre quis falar sobre autoestima e a aceitação do corpo aqui no blog. Mas nunca me senti preparada pra isso. Não que eu esteja agora. Não que a minha autoestima seja 100%. Mas ela melhorou de uns anos pra cá. E quero compartilhar um pouco com vocês.

    Eu sempre, sempre mesmo fui muito magra. Muito magra mesmo. Não igual às modelos nas capas de revistas. É magrela mesmo. E na minha infância, isso nunca me incomodou. Eu nem ligava pra isso, afinal, que criança liga?

    Mas tem uma certa fase, em que todas as meninas acabam “ganhando corpo” e isso não aconteceu comigo, a única coisa que cresceu em mim foi o meu cabelo, risos. Brincadeiras a parte, mas é a verdade. Lembro de ver todas as minhas colegas mais encorpadas do que eu. Bem mais. Até que comecei a receber alguns comentários desnecessários. Alguns deles são:

    - Nossa, você é muito magra! (com uma cara de reprovação).

    - Ela não come nada?

    - É um palito.

    - Tu não pode reclamar de nada, é magra.

    - Como tu faz pra ser tão magra?

    - Tu tens que engordar, desse jeito vai sumir! (e novamente, uma cara de reprovação).

    Claramente eu.
    E depois de ficar recebendo tantos comentários assim, eu achava que nenhum menino ia gostar de mim. Toda aquela coisa do início da adolescência. Que ninguém ia me querer e blábláblá. Lembro que as pessoas pensavam que eu tinha anorexia ou bulimia. Esqueci de comentar que eu sou “chata pra comer”, então, tudo somou e as pessoas “concluíam” isso. E era muito chato.

    Eu já deixei de usar vários shorts por ter a perna muito fina. Já fiquei pensando “já que roupa preta emagrece, não vou usar” ou “preciso usar roupas largas” apesar de hoje em dia, adorar camisetas largas e não largar a minha calça preta. 

    Uma vez, eu fiz um trabalho sobre anorexia (eu queria falar mais sobre e também da Anahi, que vocês sabem que eu sou fã), e o meu maior medo era das pessoas comentarem algo diretamente pra mim. Até que uma ex-colega minha comentou, “Cuidado pra não ficar assim.” E aquilo me marcou tanto. Não só aquilo. Uma vez uns cachorros estavam latindo pra mim e pra umas ex-colegas e uma ainda comentou “ah, não te preocupa Amanda, cachorro gosta de carne”. E essa é outra cena que eu lembro nitidamente. Eu chorei muito. Muito mesmo. E a partir daí, eu vi o quão maldoso as pessoas podem ser e que eu não posso ficar triste ou chorar por um comentário tão desnecessário.

    A Carol arrasa nas ilustrações.
    E eu sei muito bem que acontece o oposto. Meninas mais gordinhas sendo criticadas por não serem as modelos das capas de revistas. Até mesmo as baixinhas, as mais altas e assim vai. Sei o quão difícil é e que ninguém gosta de receber algum comentário maldoso relacionado à nossa aparência, por mais que isso não importe, não é nada fácil.

    Por isso, é sempre bom a gente cuidar com o que a gente fala. Tem vezes que eu sou meio sem filtro e me sinto mal depois. Tem gente que vive só de aparência. Que precisa falar dos outros pra preencher o vazio que tá dentro. Eu sei que é fácil falar que não se importa ou que aquilo não afeta nada... Mas na prática, não é tão fácil assim.

    Aqueles comentários me afetaram muito. E eu sei que pra alguns, isso pode parecer mais um drama. Mas pra mim não é. É sempre bom a gente se colocar no lugar dos outros, sei que às vezes não é fácil, mas é sempre bom tentar. Eu sei que todo mundo fala isso, mas é a verdade: se for pra mudar alguma coisa, mude por você, jamais pelos outros.

    Hoje em dia, eu me sinto mais segura. E como eu disse antes, não é 100%, mas quem é, né? Eu leio vários textos sobre o assunto e assisto a vários vídeos, isso me ajuda muito. Sem esquecer o feminismo, que ajuda muita gente por aí. Eu também cortei o meu cabelo, agora ele tá natural e isso tá me ajudando pra caramba. 

    Às vezes temos que "cagar" para certos comentários e muitos deles vem de pessoas próximas. Se amem incondicionalmente. Respeitem o próximo para serem respeitados. E uma frase que eu gosto muito é: "Admire a beleza do outro sem questionar a sua." Preciso dizer mais alguma coisa? Essa frase já diz tudo.

    Me contem um pouco sobre vocês, se já passaram por algo assim. Quero saber!  
    Obrigada quem leu até o fim, esse é mais um post pessoal que eu precisava compartilhar!
    Beijos.

    20 comentários:

    1. Se eu disser que chorei enquanto lia, tu acredita? Me vi em cada uma das suas palavras e a primeira lágrima caiu quando eu tava lendo os comentários maldosos que você citou. Eu já ouvi tantos, mas tantos desses e cada vez que eu lembro me dá uma dor no coração, principalmente aqueles "Você não pode reclamar porque é magra", ou quando me chamavam de puro osso. Apesar de eu nunca ter feito, já pensei inúmeras vezes em usar duas calças pra parecer mais "encorpada" ou tomar remédio pra engordar, já pensei nisso de roupas pretas emagrecerem também, pra mim o dia de Educação Física no primeiro ano era um pesadelo por causa da legging e tal. Mas com o tempo eu fui aprendendo que eu também sou linda e o feminismo me ajudou muito também! Outra coisa que me ajudou foi olhar pras minhas artistas favoritas, parece bobo mas é sério ahdgjaskhdka comecei a reparar no corpo da Ariana Grande e da Kendall Jenner e pensei "Elas são magras. Eu sou magra. Eu acho elas lindas. Eu me acho feia. Tem algo de errado aí..." E comecei a trabalhar mais nisso de auto estima. Não tenho 100% de auto estima também, mas já me olho no espelho e me acho linda sim <3 É difícil porque as pessoas acham que quando tu é magra os comentários não te atingem, né? Mas enfim, textos como esse são super importantes, quem sabe assim as pessoas entendam que seja magrinha ou gordinha, todas somos lindas! E Amanda do céu, desculpa pelo textão, eu sempre faço textão quando comento aqui, né? HAHAHA é que o texto me tocou de verdade!
      Um beijão,
      Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Gabs, eu nem sei o que dizer. Usar legging sempre foi um pesadelo mesmo, até usar bota, sabe? Parece que o meu pé tá dentro de um balde, ahhahah. Exato! Isso me ajudou muito. A Anahi é uma das minhas inspirações. E eu comecei a ver tanta artista, magrinha, como eu, comentando sobre isso e isso me ajudou pra caramba. Que bom que você se acha linda quando se olha no espelho, porque você É! As pessoas acham que ao fazer esse tipo de comentários, não vai afetar nada... Estão enganados! Todas somos lindas, do jeitinho que somos.
        Eu adoro quando tu faz textão, ahahahah sério. Fico feliz por isso, sua linda! <3
        Beijos!

        Excluir
    2. Oooolá meus amore <3
      Eu amo dizer para as pessoas que a alto-estima é tudo que alguém pode ter, pode querer. Claro que não é fácil, mas esse foi a aparência que foi nos dada e temos que aprender a acha-la bonita.
      Se formos perceber ninguém é perfeito. Todo mundo não tem aqueles 100% tão sonhados. Mas porque precisamos ter 100% por fora, se por dentro nem 20% estão resolvidos?
      Se por dentro todo mundo coloca defeitos na geral, fica todo mundo louco pensando nos problemas, na aparência dos outros...
      Ser magra não é nenhuma doença, se você é, tu é linda <3 Ser gorda é uma questão de querer, tem como mudar, e se não quiser mudar... é linda também e pontin <3 E na questão de altura? Paaaara, quem julga as altinhas e as baixinhas é a sociedade, mas isso não é problema nenhum.
      Amei o post!

      Beijos, www.valentinices.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá! Não é nada fácil mesmo. Nossa, disse tudo nessa frase aí.
        Muito obrigada, Valentina! Existem casos de genética também, as pessoas são de tal jeito, porque seus parentes são e afins. Todas somos lindas mesmo!
        Que bom que gostou! Fico feliz por isso <3
        Beijos!

        Excluir
    3. É realmente muito difícil ter auto estima, ainda mais quando você é amiga de pessoas que só te colocam para baixo. É muito importante se relacionar com pessoas boas, que irão se importar com o que você é por dentro. Os padrões da beleza impõe muito isto sobre as garotas. "Vocês devem ser baixinhas e magrinhas, mas com aquele corpão. Caso ao contrário nunca irão encontrar ninguém" .
      Por isto é importante a auto aceitação. Sou alta sim. E aposto que encontrarei alguém que goste de mim, pelo meu caráter. Mulher não é feita para agradar ninguém, sem ser ela mesma. Todas nós somos lindas, cada qual com sua beleza.
      Adorei o texto! São esses tipos de postagens que ajudam muitas garotas a se aceitarem.
      Beijos!

      Cherry Cookie

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. E é bem isso, Viih. Quando você é próxima de pessoas desse tipo... É um saco. Temos que nos afastar desse tipo de gente! E se relacionar com pessoas boas, como você disse. Né? A gente não tem que agradar ninguém. Se eu me sinto bem de tal maneira, que ótimo.
        Fico muito feliz que tenha gostado, sério. É muito bom ler esse tipo de comentário <3
        Beijão!

        Excluir
    4. Amooo textos sobre esses temas, amo escrever sobre isso! E concordo realmente com tudo o que você diz, é muito mais fácil dizer que não se importa com o que ouve dos outros do que viver isso na prática. Mandou muito! Beijoo
      http://www.thaylinharess.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu também adoro!!! Né? Na prática é outra coisa.
        Muito obrigada! <3
        Beijos!

        Excluir
    5. Hey Amanda,vim parar aqui graças ao seu comentário no meu texto também sobre auto estima que publiquei no mesmo dia que o seu.Olha só que confidencia ,alias temos também o mesmo numero de seguidores.hahaha (fiquei até com medo agora)
      Mas falando sério,como você disse do contrário de você eu sou gorda. E passei e ainda passo por coisas do tipo.E antes eu achava que quem faz esses comentários seja próximo ou não ,eu nem deveria me importar. Mas hoje vejo com outros olhos,inclusive graças ao feminismo temos que ter voz e dizer pra sua tia,vizinha ou coléguinha da escola que te chama de magra ou passa uma "dieta" para engordar que não precisa daquilo,está feliz assim e se preciso esfrega os exames médicos na cara delas(mentirakk).Temos que ter voz,denunciar e fazer o escanda-ló pois isso tem um nome e se chama preconceito enraizado em nós e disfarçado de conselho,brincadeira ou comentário "construtivo".
      Grande beijo da Carô,e já estou te seguindo ♥
      https://heycaaro.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá, Carol! É muita coincidência mesmo, que loucura, ahahah.
        O feminismo tem ajudado muita gente hoje em dia. Temos que ter voz mesmo. Não podemos deixar que esse tipo de comentário nos afete. Comentários desse tipo são tão desnecessários.
        Todas somos lindas e se estamos nos sentindo bem do jeito que somos, já está ótimo, é isso que importa. Obrigada! <3
        Beijos!

        Excluir
    6. Auto estima é a chave de todas as outras pontas, não é? Você precisa amar a si mesmo, se quiser gostar mesmo de outra pessoa. Amei suas palavras ❤
      com amor, Bru
      Mania de Bruna
      @ManiaDeBruna

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É sim, Bruna! Se a gente se ama, sempre tem um lugarzinho pra amar o outro, hehehehe.
        Fico feliz por isso! Obrigada, sua linda <3
        Beijão!

        Excluir
    7. Belíssimo texto!
      Eu também sempre fui e sou magrinha, isso nunca me incomodou a verdade, aliás amo ser como sou!
      Claro, que na escola eu ouvia muitos comentários chatos, mas nunca liguei muito pra isso, até achava engraçado haha.
      Sobre cuidar com o que falamos é algo muito sério, eu sempre tento me colocar no lugar do outro e medir as palavras, mas muitas vezes isso é realmente complicado, mas temos que tentar né?
      Tenho problemas com baixa autoestima e auto aceitação, mas em relação a outras características minhas. Estou tentando melhorar, mas é complicado...

      http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que bom que você se ama do jeitinho que é!
        Sim, é muito complicado. Precisamos tomar mais cuidado com o que falamos. Muitas vezes eu acabo sendo grossa com as pessoas, mas é que as vezes eu só não sei como falar, então, prefiro ficar quieta, ahahaha.
        Entendo! A gente vai conseguir melhorar sim. Obrigada! <3
        Beijão!

        Excluir
    8. Como a Bruna disse "Auto estima é a chave de todas as outras pontas". Nunca sofri com esses comentários maldosos, até porque não ligaria se alguém falasse algo. O problema maior era comigo mesma e é horrível você mesma não se aceitar, né? Quando eu tinha 15 sofri com meu corpo, não necessariamente por conta de peso. Mas depois percebi que todos os corpos são diferentes e é essa a verdadeira beleza de cada um, sabe? Hoje em dia me aceito como sou, as vezes reclamo de algumas coisas, mas isso é de momento, sabe? Acho que devemos nos amar, nós temos que nos aceitar e os outros que se fodam. Eles falam isso como se não sofressem com o próprio corpo, ninguém está contente com nada. Pode ter certeza que todos que falam ou que já falaram do seu corpo tem várias preocupações sobre o próprio corpo, mas é bem mais fácil julgar os dos outros do que se aceitar, não?
      Nunca tinha ouvido nessa frase "Admire a beleza do outro sem questionar a sua." e amei.

      Prazer, Jéssica

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É horrível mesmo, Jéssica! Mas que bom que você percebeu isso, todas somos lindas. Temos que ligar o foda-se mesmo.
        E é claro que quem faz esse tipo de comentário, não esta satisfeito consigo mesmo. Como você disse, é mais fácil julgar os outros do que se aceitar.
        Que bom que você gostou! Quando eu vi, gostei muito também, hehehe.
        Beijos!

        Excluir
    9. Nossa fiquei muda agora, muito bom seu desabafo.. Eu nunca passei por isso porque nunca fui de importar pelo oque os outros falavam de min e olha que falava muito e coisas mal também. Mas no momento que você começa a se amar acima de tudo e aceitar você como é ninguém vai conseguir te machucar, acho que o primeiro passo é se valorizar e pensar que você é unica e uma joia rara, eu leio muito livros de auto ajuda quando algo me abala nesse sentido..Eu acho que ajuda bastante.. Assim que levanta a cabeça e bola p frente seus defeitos é oque faz você diferente e unica e linda..
      https://petitluxo.com/2016/05/25/duvidas-feedhi-brasil/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que bom que você nunca se importou! Exatamente. Todas somos lindas. Únicas.
        É? Que bacana, bom saber disso. Fico feliz que tenha achado bom o desabafo, eu precisava compartilhar isso. Obrigada! <3
        Beijos!

        Excluir
    10. Oii Amanda, tudo bem?
      Menina, seu texto falou tudo! Eu amei de coração o seu texto. Já sofri com comentários maldosos por que sou magra demais, mas hoje em dia, nem ligo muito para isso, apesar da minha auto-estima não ser 100% também. KKKKK A gente aprende a se amar ♥
      Beijão! ♥♥♥

      http://leitora-mirim-oficial.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá, Sarah! Tudo sim e contigo? Espero que bem também.
        Esses comentários são um saco, que bom que hoje em dia você não liga mais! É isso aí... A gente aprende a se amar, disse tudo!
        Fico muito feliz que tenha gostado, que tenha amado de coração, sério. Muito obrigada! É sempre bom receber comentários assim <3
        Beijos!

        Excluir

    © Quebrar o Silêncio - 2016 | Todos os direitos reservados.
    Desenvolvimento por: Fairy Dream Design | Tecnologia do Blogger.
    imagem-logo